Estação de Tratamento de Esgoto Sanitário Anaeróbia

  • img_G01_san_anaerobia
  • img_G02_san_anaerobia
  • img_G03_san_anaerobia

Estação de Tratamento de Esgoto Sanitário Anaeróbia

As ETEs – Estações de Tratamento de Esgotos Sanitários Anaeróbias possuem volumes para atender a uma grande demanda de esgotos sanitários. Elas podem ter tratabilidades que variam de 60 a 80%, dependendo das cargas orgânicas e hidráulicas a que são submetidas.

Até uma determinada carga, a sua tratabilidade pode ser de até 80%, na redução de concentrações de DBO/DQO.

Para os casos de pouca carga hidráulica, a concentração final de DBO no efluente não deve ultrapasse o valor limite (60 mg/l). Em geral, o percentual de tratabilidade exigido fica na faixa de 80%.

A FIBRAV possui equipamentos desenvolvidos com tecnologia baseada no resultado de estudos do PROSAB – da ABES / CNPQ, que em casos de baixa CARGA HIDRÁULICA E BAIXA CONCENTRAÇÃO DE, seus RESULTADOS DE TRATABILIDADE atingem até 85%, na redução de concentrações de DBO/DQO

Para os casos de muita carga hidráulica, e muita concentração de DBO/DQO necessitamos de RESULTADOS ACIMA DE 85%, na redução de concentrações de DBO/DQO .

Solicite um Orçamento +

Descrição do produto

FABRICAMOS OS SEGUINTES PROCESSOS PARA ETES FIBRAV:

A – SISTEMAS COMBINADOS, ANAERÓBIOS / AERÓBIOS, QUE POSSUEM TRATABILIDADE DE ATÉ 94% SEM POLIMENTO,

B – SISTEMAS 100% AERÓBIOS sem polimento, QUE POSSUEM TRATABILIDADE DE ATÉ 97%;

C – SISTEMAS 100% AERÓBIOS, com polimento, QUE POSSUEM TRATABILIDADE DE ATÉ 99%

ETE Anaeróbia

ETE – Sanitária – Aneróbia 01

Como exemplo de volumes combinados, este modelo representa um sistema anaeróbio composto enterrado:

  1. CAIXA SEPARADORA DE GORDURAS E ÓLEOS: aplicado na saída do esgoto do local de preparo de alimentos.
  2. CALHA PARSHALL: medidor de vazão, aplicado no início do sistema de tratamento.
  3. GRADEAMENTO: aplicado também no início do tratamento, evita entupimento dos equipamentos maiores.
  4. CDE – CAIXA DE EQUALIZAÇÃO DE EFLUENTES: recebe o esgoto sanitário do separador absoluto e o distribui de forma equalizada, por intermédio da calibração de suas saídas, no nível hidrostático do seu recipiente.
  5. RAFAs – REATORES ANAERÓBIOS DE FLUXO ASCENDENTE: substituem com vantagem as antigas fossas sépticas que não possuem a eficiência mínima exigida pela nova legislação ambiental. Esses reatores processam biodigestão anaeróbia. Com um simples controle de pH, reduzem a biomassa em torno de 60%.
  6. FILTROS ANAERÓBIOS DE FLUXO ASCENDENTE: possuem um leito fixo de material especialmente desenvolvido para garantir a máxima proliferação de bactérias denominadas “biofilme” que proporcionam a eliminação de boa parte do material orgânico solubilizado que sai dos RAFAs. Sua eficiência é de redução deste material solubilizado em torno de 65%.
ETE Anaeróbia

ETE – Sanitária – Aneróbia 02

Como exemplo de volumes combinados, este modelo representa um sistema anaeróbio composto de:

  1. CAIXA SEPARADORA DE GORDURAS E ÓLEOS: aplicado na saída do esgoto do local de preparo de alimentos.
  2. CALHA PARSHALL: medidor de vazão, aplicado no início do sistema de tratamento.
  3. GRADEAMENTO: aplicado também no início do tratamento, evita entupimento dos equipamentos maiores.
  4. CDE – CAIXA DE EQUALIZAÇÃO DE EFLUENTES: recebe o esgoto sanitário do separador absoluto e o distribui de forma equalizada, por intermédio da calibração de suas saídas, no nível hidrostático do seu recipiente.
  5. RAFAs – REATORES ANAERÓBIOS DE FLUXO ASCENDENTE: substituem com vantagem as antigas fossas sépticas que não possuem a eficiência mínima exigida pela nova legislação ambiental. Esses reatores processam biodigestão anaeróbia. Com um simples controle de pH, reduzem a biomassa em torno de 60%.
  6. FILTROS ANAERÓBIOS DE FLUXO ASCENDENTE: possuem um leito fixo de material especialmente desenvolvido para garantir a máxima proliferação de bactérias denominadas “biofilme” que proporcionam a eliminação de boa parte do material orgânico solubilizado que sai dos RAFAs. Sua eficiência é de redução deste material solubilizado em torno de 65%.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Estação de Tratamento de Esgoto Sanitário Anaeróbia”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *