A Fibrav, empresa especializada em soluções em fibra de vidro, participou da primeira edição da Forlac – Feira para a Indústria de Lácteos, que aconteceu na segunda quinzena do mês de agosto, na cidade sul mineira de Lambari.

A empresa, uma das mais conceituadas nos mercados em que atua, oferece soluções em fibra de vidro para laticínios, tanques industriais e estações de tratamento de efluentes.

Para o mercado laticinista, a Fibrav fornece soluções e para as mais variadas necessidades, tais como: prateleiras, mesas, escadas, carrinhos, tanques estacionários para soro e tanques de salga, desenvolvidos em fibra de vidro (fiberglass). Entre os produtos vale destacar o tanque para salga, produzido com duplo acabamento sanitário, com pés desmontáveis em aço inox e proteção em nylon, a fim de não causar danos ao piso. Também possui uma saída com tampão para escoamento e troca da salmoura. Sua estrutura possibilita o empilhamento de até cinco andares.

Durante a Forlac, a Fibrav apresentou aos laticinistas as vantagens em se utilizar materiais em fibra de vidro, que possuem maior vida útil e durabilidade dos materiais, pois são resistentes mecânica e quimicamente, não sofrem degradação por corrosão ao longo dos anos e apresentam a melhor relação custo x benefício.

A Fibrav também se destaca no mercado de tanques industriais, que são desenvolvidos com diversas configurações e diâmetros, de acordo com as solicitações do cliente. No processo de fabricação, são utilizados componentes de alto desempenho e cada um deles é submetido a um minucioso controle de qualidade. Suas funções são variadas e podem ser usados para armazenamento de água potável, além de produtos alimentícios, cosméticos, produtos químicos, entre outros.

Além disso, outro setor atendido pela Fibrav é o de saneamento, por meio das suas estações de tratamento. A empresa projeta e fabrica estações de tratamento de esgoto (ETEs), além de peças e acessórios de tratamento de água e esgoto. Elas são fabricadas em fiberglass de alta resistência, para o tratamento de efluentes de origem sanitária e industrial, com volumes que variam de 10 m³ a 1.800 m³ por dia. Ao longo de todo o processo de fabricação, normas técnicas específicas são seguidas rigorosamente.

“A Fibrav entende a importância da Forlac para Lambari e região, uma vez que possui várias indústrias fornecedoras do setor laticinista na cidade. Para Oswaldo Luís de Biaso, Diretor da Fibrav e presidente da AMEL – Associação Municipal dos Empreendedores Pró-Lambari, a feira é uma grande oportunidade para mostrar as soluções e tecnologias em automação para laticínios, fomentando o setor industrial de Lambari.